Organization of American States

Na mira dos criminosos cibernéticos

The countries contributing with the most responses

Com uma infinidade de fontes de ameaças, que incluem estados-nação, hacktivistas, terroristas e cibercriminosos, a necessidade de uma infraestrutura globalmente conectada se torna um desafio. Os governos e as empresas estão realmente preparados para evitar ataques? Estamos fazendo tudo o que podemos para garantir a segurança de nossas infraestruturas críticas? O que o futuro nos reserva?

Pesquisando mais de 25 estados membros da OEA, representando agências governamentais e setores críticos, a Trend Micro e a OEA abordam essas questões neste primeiro relatório sobre o assunto.

Os países que contribuíram com a maioria das respostas foram: Brasil (163), Colômbia (110) e Argentina (66).



Obtenha as descobertas completas »
44% experienced destructive attacks

O cenário de ameaças atual

Os ataques destrutivos contra infraestruturas críticas e recursos importantes estão crescendo. Os cibercriminosos não estão mais limitados ao mundo cibernético. Eles agora visam redes de energia, sistemas de abastecimento de água e outros serviços vitais, ameaçando nosso próprio meio de vida e a segurança internacional.

Mas como 3/4 dos entrevistados indicaram, os ataques estão cada vez mais sofisticados, dificultando sua detecção. De forma alarmante, quase um terço dos entrevistados na pesquisa disseram não estar certos de terem sido atacados.



Veja todas as descobertas »

O futuro

The future

A maioria dos entrevistados indicou que se sente despreparado ou parcialmente preparado para os ataques cibernéticos. Instalações envelhecendo e a falta de sistemas abrangentes de segurança tornarão a prevenção dessas ameaças em constante evolução ainda mais difícil. Não é surpresa que os entrevistados consideram sombrio o futuro da proteção dessas infraestruturas.



Veja todas as descobertas »
Trend Micro Custom Defense

Combate ao cibercrime

O relatório destaca a falta de parcerias público-privadas proativas como uma falha crítica de segurança. Proteger nossas infraestruturas críticas é uma responsabilidade compartilhada. Começa com a capacidade das empresas de detectar e evitar as ameaças de segurança cibernéticas.

Veja todas as descobertas »

Projetada para armar as empresas com essa habilidade, a Defesa Personalizada da Trend Micro detecta, analisa e responde aos ataques furtivos e avançados.



Saiba mais sobre defesa personalizada »

O que o futuro reserva para nossas infraestruturas críticas?

Receba uma cópia do relatório.